sábado, 29 de março de 2014

Seminário de Cura Reconectiva e Reconexão do Brasil em 2014 com o dr Eric Pearl


quarta-feira, 12 de março de 2014

MAIS ALÉM DA CURA ENERGÉTICA -parte da entrevista realizada por Discovery Salud


DS- Diga-nos: como definiria a Cura Reconectiva? Como uma nova terapia energética?
EP- A cura através da Reconexão nos leva mais além da Medicina Energética. A Cura Reconectiva é uma forma de cura a que temos acesso pela primeira vez em nosso planeta. Nos reconecta com a plenitude do universo o que por sua vez nos reconecta com a plenitude do ser que somos. E isto ocorre porque agora podemos acessar a uma largura de banda de frequências totalmente nova que incorpora e inclui tudo o que é acessível através da energia. Vai, então, mais além da energia, para a luz e a informação, em um nível que não podíamos ter acesso até agora. Os cientistas o descrevem originalmente como algo novo no planeta e faz sentido quando entendemos dois conceitos.
O primeiro, que somos seres de quatro dimensões:
altura, largura, profundidade e tempo.
Fomos educados pensando que somos seres de três dimensões, mesmo quando, já nos anos 50, Albert Einstein disse que somos seres de quatro dimensões. Porém, a comunidade científica não aceitou esta realidade formalmente até 2000. A Física Quântica nos representa hoje, de fato, como uma bolha de quatro dimensões em um universo multidimensional. Bem, pois o interior dessa bolha foi preenchido de energia. E isso é o que dá sentido a formas de cura, como o Reiki, o Qi Qong, a Cromoterapia, etc. Dá na mesma o nome que lhes dê, pois o que temos visto até agora são subtipos de energia distintos. Os investigadores tem explicado que, o que faz que tudo seja diferente hoje, é que estamos em um período no qual o tempo está acelerando. Não de forma linear, do início ao fim, mas sim, que está se movendo em todas as direções ao mesmo tempo!
E isso significa que o tempo está expandindo, que a bolha em quatro dimensões está se expandindo. E que, o que antes estava fora, agora está dentro pela primeira vez.

-Extratos de Entrevistas a Eric Pearl-
-Entrevista realizada por Discovery Salud

quarta-feira, 5 de março de 2014

Cura, o que está por trás disso?


Tenho me perguntado muito sobre o que é Cura, e cada vez mais entendo que precisamos muito aperfeiçoar nossa percepção para absorver o nosso processo de Cura, nem sempre estamos preparados para sermos totalmente curados, seja de nossas dores e/ou angústias, medos , seja de nossas doenças graves e até mesmo de nosso padrões atuais de interagir no mundo.
Percebo em minha experiência que o imediatismo de estarmos bem nos impede de ver a riqueza que está florescendo no momento em que decidimos nos curar, nessa decisão tem luz e informação do nosso mais profundo ser e aí começa uma viagem mágica de volta para o meio do meio de lugar nenhum, que é cada ser humano com todo o seu potencial divino.
A mente aquela que a pensamos ser a que tem as respostas passa de poderosa para ser uma organizadora de planos para que eu possa atingir meus objetivos, temos a leve impressão que ela decide tudo da melhor forma até que nos deparamos com decisões que machucam e adoecem nossa alma. Sendo assim rever esse conceito pode levar a Cura.
Entendo que isso é complexo quando pensamos que algo externo vai nos proporcionar um bem estar.Na realidade se não consigo me perceber como irei receber algo que vem de fora?
Se não consigo encontrar em meus sentimentos onde está meu lugar seguro, como posso perceber quando ganho algo valioso para a minha vida?
Se não vejo em mim a perfeição como saber quando estou em desequilíbrio e vice e versa?
Nosso conceitos em algum momento foram distorcidos e o mais grave é que fomos anestesiados em nossos sentimentos.Sem sentimentos sem respostas, sem respostas adequadas sem equilíbrio, sem equilíbrio sem saúde, sem saúde nos perdemos num emaranhado de soluções padronizadas que nem sempre trazem qualidade as nossas vidas.
A industria famacêutica é a que mais cresce em todo mundo e nós estamos buscando o tempo todo Cura.Cura física, emocional, mental e todas elas hoje em dia são tratadas pela industria farmacêutica, e na maior parte os remédios nos parar de sentir, e sem sentir não posso perceber o que realmente está acontecendo comigo. Ficamos numa Roda sem fim, onde somos jogados num determinado momento pra fora da Roda e nos tornamos apenas espectadores da nossa vida.
Onde está a Cura?Será que perdemos a mão do bolo sem sentir? Onde eu estamos agora sem sintomas , sentimentos e por vez sem ação sobre nossa própria vida?
Se sou um Ser Integral a Cura se dá em todos os níveis e tenho que estar desperto para isso, equilibrando meus sentimentos, trazendo meus pensamentos para dar soluções e usando meu corpo para agir no mundo de acordo com os meus valores e assim realizando meus sonhos, isso pra mim é Cura.
As vezes dói, as vezes não, e quanto mais nossa harmonia vier da dança do coração mais felizes ficamos, independente do nosso mundo externo estar perfeito ou não. Danço a dança do meu coração, os batimentos se harmonizam, o ritmo fecha as soluções e a mente acompanha, uma grande orquestra trazendo para o mundo o que Eu sou.
Hoje tudo isso já é científico, podemos achar na internet informações sobre como harmonizar a vida através da respiração, dos batimentos cardíacos, mudanças de padrões mentais, meditação, hipnoterapia entre outras milhões de técnicas comprovadamente eficazes.
Sabe o que a Cura Reconectiva e a Reconexão vem trazer de diferente?
Vem trazer as frequências onde nossa estação de rádio interior pode receber as informações para que cada um de nós individualmente possa operar sua própria Cura, A Cura Reconectiva e a Reconexão são como atalhos de anos e anos de LUZ e INFORMAÇÃO para nossa existência.
Mesmo assim nada é garantia de que vamos estar curados porque isso ainda depende da Inteligência Divina ela sabe em todo seu potencial qual a Cura que precisamos em nossa existência.
Se abre mais uma porta, podemos entrar ou não, podemos decifrar ou não.
Vejo nos clientes que atendo com as frequências muitas coisas se modificarem e Curas acontecerem mas o que mais me dá forças para continuar com o meu trabalho é perceber que se tornam o que sempre foram, pessoas que desabrocham seus potencias divinos e isso é Cura para mim.
Curar é Curar a nossa vida de forma Integral, nosso dia a dia, nossas ações, nosso corpo e mente unidos em uma só voz. Somos UM e como UM acabamos com tudo que possa nos tirar a única coisa que pode mudar o mundo, o AMOR INCONDICIONAL.

NAMASTÊ.

www.reconectandooser.com.br

Malu Nóbrega Peres

terça-feira, 4 de março de 2014

LIVRO A RECONEXÃO DE ERIC PEARL - CITAÇÕES


Para pensar e experimentar.
"Todos temos capacidade de transportar conosco esta nova frequência de cura.Não é uma dádiva para alguns escolhidos- gurus ou santos, homens ou mulheres. É uma dádiva desse tempo; a inteligência e a sabedoria de que precisamos para nos guiar já estão aí. Como espécie estamos a alcançar um nível de frequência em que as falsidades não conseguiram espalhar suas vibrações e , sendo tão densas, entram simplesmente em declínio; as separações serão curadas;as surpertições serão renunciadas. Estamos a embarcar no excitante processo de abandonar os nossos medos, reconhecendo como tantos deles vêm disfarçados de rituais de amor."


" Quando abandonamos as nossas surpertições e as nossas crenças antiquadas e evoluímos, preparamo-nos para assumir o manto do poder e da responsabilidade"

" Podemos ser uma parte da equação de cura dos outros indivíduos, embora possamos querer lembrar que , nesse caso, eles se tornam também parte da nossa equação."

"Tornar-se curador é abandonar o "material" desnecessário que alguma vez pode ou não ter sido útil, mas que não serve agora - exceto apra nos manter depedentes. Dependência é igual a necessidade, que é igual a medo. E que tal um vinco novo num velho fato?"

trechos do livro A Reconexão de Eric Pearl

O mundo das imagens - Satyaprem


O mundo da imagem é um mundo que é completamente usual na nossa sociedade. Será que de uma forma também, a gente vive na imagem?

Na verdade, a vida é que nem no cinema, se você entrar no cinema, senta e o que você vê, você abstrai, você entra numa história completamente ilusório, que é um jogo de luz, e que tem um conteúdo de emoção decodificado pelo seu cérebro. Você sente coisas que você já aprendeu a sentir. Aquelas imagens tem relevância para você.
Se você mostrar para um aborígene, imagens de um filme que você acha ‘demais’, ele não vai ter a menor referencia pra aquilo, ele não vai achar graça nenhuma, não existe informação, não existe decodificação. A menos que seja completamente abstrato, que entre no simples. Mas se entrou no complexo, a pessoa que não tem o código, não lê.
É uma linguagem. Então, na verdade, a gente vive um mundo de linguagem, a gente vive na linguagem.
Foi muito curioso, quando eu estudava comunicação, e lendo, acho que Bart, ele dizia: “Não existe nada fora da linguagem”. E eu fiquei pasmo com aquela afirmação porque eu olhava para as cadeiras e me perguntava: como, se essas cadeiras estão fora da linguagem?
E eu, devagarinho, recentemente, eu me dei conta que eu to sempre preso à linguagem. Cadeira não é o objeto em si, mas é a idéia na minha mente dela.
Então tudo está dentro da linguagem. Fora da linguagem não tem nada, por isso que eu não consigo descrever o processo, porque eu preciso da linguagem pra descrever uma coisa que não existe dentro da linguagem.
O nada, o vazio, a única correlação que você tem com o vazio a nível lingüístico é que é uma coisa a ser evitada. E o vazio existencial verdadeiro, aquele que é o vazio do Zen, que é o vazio que enche todas as coisas, ele não tem nada a ver com o que a linguagem te diz.
Então a linguagem das imagens é como se fosse contrária, é o inimigo do seu transcendente. Enquanto você fica preso à linguagem, você não vê aquilo que É.
Então a linguagem em certo momento, tem que ser rompida completamente, ela tem que entrar numa entropia total, ou seja, os conceitos começam a se bater uns nos outros, e eu fico em silencio, eu paro de tentar ir pela linguagem.
Nesse silencio existe uma possibilidade. É um portal. Eu diria que o silencio é o portal. E o final é a entrada e a saída. Se você entrar no silêncio, você chegou. Antes disso você tá preso na linguagem, naquilo que você imagina, porque a linguagem é imaginária: isso aqui é uma xícara e para quem isso é uma xícara? Pra nós, mas para uma pessoa que fala alemão e que não alcança a xícara, não existe esse código na cabeça dele e ele não sabe que aquele objeto que tu chama de xícara é xícara. Tem outro nome.
Então, as pessoas não se dão conta que vivem totalmente dentro, de molho na linguagem. É muito raro… Claro que existem aqueles momentos que no Zen é chamado de Satori, os vislumbres, que você se dá conta que aquilo que você está pensando não é o que é.
Muitas vezes você se dá conta… você pensa uma coisa e quando você vai medir o que você pensou com a realidade, não era nada daquilo que você estava pensando.
Isso aponta para o seguinte: se dar conta que existe uma outra realidade além do pensamento é fundamental.

Transcrito por: Silvana Pion
Blog: http://satyaprem.blogspot.com/
Site: http://www.satyaprem.com

segunda-feira, 3 de março de 2014

Mudança Global - Mooji


mooji

Algo, em algum lugar é tocado. E aquele profundo toque é como um botão novo plenamente se desabrochando em resposta à luz do sol. Ele exala sua fragância e sua beleza em completa rendicão. Deixa-se ir na dança da existência. Este é o convite e o poder de Satsang.
Todos os seres buscam e desejam a felicidade duradoura, paz, verdade e compreensão. Nossas vidas podem ser a expressão e a celebração desta descoberta. Mas sem a compreensão real de quem verdadeiramente somos, nós nos consideramos meramente como entidades corpo-mente, inconscientes de nossa natureza mais profunda como Pura Consciência. Esta visão limitada nos deixa enredados num mundo de confusão, medo e conflito – um estado muito infeliz. Satsang nos lembra que nós já somos livres! Para aqueles que estão abertos, a mensagem em Satsang é o sabão que remove a velha sujeira da ignorância e do mal-entendido causados pela errônea identificação, nos deixando como presença consciente aqui agora. Satsang é o convite para pisar dentro do fogo do Auto-conhecimento. Este fogo não o queimará, apenas queimará o que não é você.
Mooji
Ao longo da história dos seres humanos
Diferentes lugares, diferentes países, diferentes civilizações
Chegaram ao final de seus mundos
Foram grandes reinos no passado
E agora se encontram sob a terra
Algumas pessoas os estão encontrando
Estão em museus hoje
Então, assim foi o final de suas civilizações
Mas as vezes olhamos e dizemos:
‘meu Deus’, isto não é só no Oeste,
O Leste também está tendo problemas
O Norte está tendo seus problemas
O Oeste está tendo seus problemas
Parece ser algo Global
E vemos coisas como a mudança climática
Que vai nos afetar a todos
E não se pode dizer: ‘o gelo está derretendo na Antártida,
mas não importa, nós estamos na Índia’.
Não, porque todos vamos nos ver afetados
Todos nós estamos sendo afetados
Os seres humanos não são os únicos responsáveis por isto
O ser humano não é senão a outra forma da Consciência.
É a Consciência que está fazendo tudo isto
Atuando como humanidade
Não é a humanidade que está atuando como Consciência
Então, em última instancia, a Consciência é responsável por isto
E se move através de ondas
Com altos e com baixos
Algumas mudanças se vão produzir
E é difícil dizer quando ou como
Estão se produzindo agora mesmo
O que esperamos é que devido a esta mudança
Haverá muitos seres humanos
Cujas consciências mudarão
Que terão que ir mais profundo
E descobrir uma nova forma de vida
Uma nova maneira de pensar e de ser.
É parte do sonho humano e de sua história
Esperar uma grande mudança
Que o ser humano pode realizar por vontade própria
Mas não muda por vontade própria
Às vezes mudamos devido à calamidade, crises e dor.
E às vezes isto é o que trás mudança e crescimento.
Tudo o que podemos fazer é continuar convidando
A consciência humana a dirigir-se para este lado (dentro)
Porque ela está orientada para aquele lado (fora)
Querem objetos, querem fazer isto e aquilo,
Toda a realidade está deste lado (de fora) dos olhos
Ninguém olha para este lado (dentro)
É como se deste lado (dentro) não houvesse nada.
E de certa forma é verdade, não há nada.
Daquele lado (fora), tudo.
Então durante um tempo
A viagem e a atração para a consciência humana é ir para fora
E a verdadeira descoberta espiritual é ir para dentro
A oportunidade para nós é elevar o nivel de nossa consciência
Parece ser que a consciência atua desta forma
Mas não quero criar algum tipo de idéias românticas sobre isso.
Não espere o 2012 ou o 2014 para mudar
Tua mudança é agora.
Tu deves despertar é agora
Nossa verdadeira natureza
Não é começar na terra e terminar na terra
Algo começa na terra e termina na terra
Mas não o que eu sou
Somos apenas turistas aqui,
Simplesmente de passagem,
É uma etapa que nós, como Espíritos, devemos provar.
Esta parte nos corresponde
Provar esta história humana
E não esquecer nosso Ser.
Este é o Grande Desafio:
Provar toda esta diversidade
E despertar para ela, vendo-a como um sonho.
Mas deves experimentar isso, não crer nisso.
Deves chegar a sabê-lo de verdade
E só então você poderá começar
A experimentar e desfrutar deste mundo
Com os olhos de Deus.
http://www.youtube.com/watch?v=LZEc-Nt-WO4
Sahaja Filmes
Transcrito por: Silvana Pion

Os 12 Filamentos do DNA – Nosso Patrimônio Espiritual



Durante anos a ciência reconheceu que temos dois filamentos físicos ativos de DNA. Além desses, temos 10 filamentos energéticos que estiveram adormecidos durante séculos. Estes filamentos adormecidos de DNA foram descobertos pelos cientistas, não sabendo qual seria a função deles, identificou-os como DNA “lixo”. O ácido desoxirribonucléico (DNA) é um ácido nucléico que contém todas as instruções genéticas utilizadas no desenvolvimento e funcionamento de todas as coisas viventes. A função principal do DNA é o armazenamento de informações em longo prazo. O DNA é freqüentemente comparado a um conjunto de projetos, já que ele contém as instruções necessárias para construir outros componentes de células. Os segmentos de DNA que carregam as informações genéticas são chamados genes, mas outras seqüências de DNA têm propósitos estruturais ou estão envolvidas na regulamentação do uso das informações genéticas. O nosso DNA é o nosso projeto pessoal e, como tal, contém toda a nossa informação mental, física, emocional e Espiritual. O Ser Humano original tinha 12 Filamentos de DNA trabalhando ativamente e mantendo a função total do Humano como um Ser Espiritual. Com a nossa preocupação exagerada com o pensamento através do lado esquerdo do cérebro, e com o fechamento dos nossos centros do coração, estes filamentos “extras” de DNA se perderam. Como conseqüência desta perda, nós passamos a viver em uma sociedade espiritualmente deficiente e as nossas capacidades intuitiva e curativa foram reduzidas drasticamente. Outro resultado dessa perda é que nós acessamos e usamos apenas uma pequena parte dos nossos cérebros. O corpo humano é a coisa mais valiosa que jamais possuiremos. Ele armazena e mantém uma abundância de informações, sabedoria e conhecimento sobre todos os aspectos de nós mesmos, do nosso mundo e de toda a vida. Combinações de inteligência são armazenadas no interior do Ser Humano, e uma grande quantidade de dados é armazenada dentro do corpo. Dentro dos nossos corpos, estão as fórmulas necessárias para reproduzir outras formas de inteligência por todo o Universo. No momento da concepção, nós recebemos das nossas duas linhagens sanguíneas diferentes (nossos pais) certas combinações e pares de genes recessivos. Estes genes contêm os códigos de luz que nos dão a maior oportunidade de acessar e desenvolver nossas capacidades Espirituais e de curar os aspectos danificados e feridos da nossa Alma. Ao mesmo tempo, estes genes contêm lembranças que criaram bloqueios no nosso caminho para a unidade e deram início aos nossos sentimentos profundamente arraigados de separação, separação da nossa verdadeira essência e do nosso Criador. Estas lembranças de separação nos forçaram a criar experiências e situações nas quais nos são dadas oportunidades para curarmos a nós mesmos, nosso mundo e nossas separações. Como Almas, escolhemos cuidadosamente os nossos pais e suas linhagens sanguíneas, de modo a facilitar experiências e situações que nos permitirão curar a nós mesmos. Portanto, escolhemos a dedo as nossas próprias estruturas de DNA e as possíveis oportunidades de ativar e despertar outros filamentos de DNA. A energia da nossa Terra está passando por importantes mudanças vibracionais e movendo-se para níveis mais elevados de consciência. À medida que a Terra eleva Sua vibração, nós, como Seres Humanos, estamos recebendo muitas oportunidades de elevar a nossa vibração. Esta mudança está sendo chamada de Ascensão e existem muitas pessoas ao redor do mundo que estão vivenciando confusão e caos em seus mundos. No entanto, neste aparente caos e confusão, encontramos grandes oportunidades de crescimento, expansão e evolução. Um dos aspectos mais emocionantes do nosso processo evolutivo é a reorganização do nosso DNA. Raios codificados com luz Cósmica do nosso Criador têm chegado à nossa Terra, estimulando as mudanças e reorganizando os nossos corpos Humanos.

À medida que os filamentos codificados de luz são absorvidos no nosso ser, nosso DNA disperso está sendo reativado e reformado em novas hélices ou filamentos de DNA e está sendo reordenado em feixes. À medida que este re-enfeixamento e esta reordenação progridem, nós criamos um sistema nervoso mais evoluído, que facilita que novas informações e dados entrem em nossa consciência. Muitas das células adormecidas do nosso cérebro estão sendo despertadas e estamos sendo capazes de acessar o potencial total do nosso corpo. Conforme nossos corpos se preenchem com mais luz, nossas memórias também se abrem, e à medida que o nosso DNA evolui, nós evoluímos em Seres Multidimensionais conscientes. Nossos 12 filamentos de DNA ativam e conectam-se aos nossos 12 Chacras, portais de energia através dos quais acessamos nosso patrimônio Espiritual. Os 12 filamentos de DNA servem de ligação, através dos nossos 12 chacras, com a rede de energia externa aos nossos corpos. Os 12 chacras atuam como portais energéticos no nosso corpo, conectando-nos às forças vitais da existência. É através da abertura e ativação destes portais de energia que podemos começar a realmente conhecer a nós mesmos. Como agora todos os 12 filamentos de DNA estão se formando, qualquer questão que não tenha sido trabalhada e esclarecida pacificamente na nossa história pessoal, criará caos. Sentimentos e lembranças estão vindo à tona, oferecendo-nos uma oportunidade de experienciar o tecido do nosso ser e revelando quem nós somos, através dos acontecimentos e crenças que estão intricadamente tecidos em nós. Nossa tarefa é despertar, ativar e unificar todos os 12, criando a rotação dos 12. Esta rotação dos 12 filamentos de DNA e 12 chacras vai atrair para nós energias que vão se intermisturar e se mover através dos nossos seres, ativando e despertando os vários aspectos diferentes de nós mesmos. Isto disparará novas versões, entendimentos e significados de todos os acontecimentos em nossas vidas e no nosso mundo. Nossos 12 chacras são conjuntos de energia onde podem surgir acontecimentos. Eles guardam a memória e a identidade, e cada um corresponde a um filamento do DNA. Estes 12 centros de energia devem ser acessados a partir do nosso interior, onde podemos sentir os dados correspondentes e traduzir nossas experiências dentro do contexto de nossas mentes. Ao abrirmos nossos corações e mentes, todas as respostas aos grandes mistérios serão encontradas dentro de nós. É preciso que nos retiremos dos nossos sistemas de crenças atuais e criemos novos sistemas de crenças, pois a mente está estruturada para evoluir e formar nossas experiências baseadas naquilo que ordenamos. Nossa mente não é o nosso senhor; nós somos os senhores das nossas próprias mentes. A mente é apenas uma ferramenta a ser usada para criar a realidade, e nada mais. Trabalhando conscientemente com as ondas de energia e luz que entram na nossa Terra, somos capazes de perceber e compreender que a transformação deste planeta baseia-se na cura e poder das nossas mentes. A ativação do DNA completo de 12 filamentos criará a conexão entre os nossos códigos genéticos humanos e nos dará acesso a todo o conhecimento e sabedoria. Isto é a consciência e compreensão de quem nós realmente somos. Ao ativarmos todos os 12 filamentos do DNA, nós criamos um alinhamento dentro de nós mesmos, que nos permite mudar suavemente para níveis de vibração e freqüências de luz muito mais elevados, ajudando o nosso processo de ascensão ao despertarmos mais a nossa consciência humana.

 Kate A. Spreckley

sábado, 1 de março de 2014

Caminhos (Palavras de Salomão)


"Nesta vida, as vossas necessidades são semelhantes às de uma criança perdida no bosque. Procuram o caminho livre e acessível, que seja mais fácil e mais próximo. Em muitos aspectos, isso é como um jardim secreto. Precisam de considerar o caminho que, à partida, não é o mais fácil. Existe uma clareira na floresta à qual necessitam de chegar. Encontrá-la-ão em breve. Ela está próxima.
Essa clareira permitir-vos-á orquestrar a vossa energia de uma modo que propicie uma espécie de convergência harmônica nas vidas daqueles que se cruzam convosco. Não devem permitir que a vossa necessidade de validação exterior vos impeça de encontrarem essa clareira. Será um espaço exclusivamente vosso. É claro que estou a falar metaforicamente. Não quero que vagueiem pelos bosques à procura de uma clareira."

Palavras de Salomão - Eric Pearl (Cap. 10)

www.reconectandooser.com.br