quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Mente distraida é mente infeliz?

 Piscologos de Harvad conectam estado 
de infelicidade à divagação mental

Dois psicólogos da Universidade de Harvard, Matthew A. Killingsworth e Daniel T. Gilbert, concluíram que a distração mental é o melhor medidor de infelicidade em nós humanos — depois de fazer uma pesquisa com 5.000 pessoas usando um aplicativo de iPhone que mede a quantidade de vezes que uma pessoa encontra-se distraída durante o dia. “Esse estudo mostra que nossas vidas mentais são permeadas, em um nível impressionante, pelo não-presente”, diz Killingsworth, um dos psicólogos autores do estudo.
Alguém poderia imaginar que as maiores partes dessas pessoas que estavam distraídas assim estavam porque suas tarefas eram desinteressantes. Mas a pesquisa nega claramente essa possibilidade com dois resultados curiosos: 1) “a natureza das atividades que as pessoas estavam fazendo tinha pouco impacto na motivação para suas mentes divagarem”; e 2) “a natureza das atividades das pessoas tinham quase nenhum impacto no prazer dos assuntos pelos quais as mentes dessas pessoas se sentiam atraídas para divagar”.
Ou seja, em termos grosseiros, poderíamos dizer que qualquer que seja a atividade que você está realizando, se sua mente se distrai e vai para outro lugar, as chances de você estar mais infeliz nessa divagação são maiores – independente se sua mente está pensando em algo melhor (“uma pessoa bonita”) ou pior (“pagar as contas”) do que você está fazendo. Mas é claro que preferimos pensar em algo mais prazeroso: “Apesar das mentes terem mais probabilidade de divagar para assuntos prazerosos (42.5% das amostras) do que para os assuntos não-prazerosos (26.5%) ou neutros (31%), as pessoas não estavam mais felizes pensando nos assuntos mais prazerosos do que em suas atividades atuais“, diz a pesquisa.
“Na verdade, a freqüência com que nossas mentes abandonam o presente e o lugar para onde elas tendem a ir pode indicar mais sobre nossa felicidade do que as atividades que nós estamos fazendo”.
Essa pesquisa é uma espécie de ‘ponta do iceberg’ de constatações que tradições como o Yoga e o Budismo se baseiam desde a criação de seus principais cânones, datados de vários séculos (em alguns casos, milênios). Num nível mais profundo, o problema da divagação mental lembra os Yoga Sutras do sábio Patanjali Maharishi, que possuem no aforismo “Yoga chitta vritti nirodha“, cuja tradução mais comum é a “restrição das flutuações da mente”, uma de suas máximas mais importantes. 

Por isso ter metas, meditar e não "deixar a vida te levar"  
tem muita  importancia na nossa vida.

Felicidade, alegria e alegria interior


Felicidade, alegria e alegria interior

Leo Angart
Alguém já disse que o estado é a chave para a excelência. Neste caso, é preciso saber como se conseguem estados poderosos, como o da felicidade e o da alegria. A pressuposição de que já possuímos interiormente todos os recursos de que necessitamos é maravilhosa, mas de que maneira conseguimos acessá-los com mais freqüência do que simplesmente por sorte ou coincidência? Esta caminhada começou quando alguém afirmou que podemos curar simplesmente abençoando alguém com a "Alegria Interior." Tenho certeza de que, muitas vezes, você ouviu coisas interessantes, mas não obteve explicação sobre como entrar em tal estado, em nosso caso o estado de "Alegria Interior."
Sei que você concorda comigo de que deveria haver mais alegria neste mundo. Por isso, durante os dois últimos anos, venho estudando a forma de entrar em estados poderosos e de ampliá-los, etc. Eu gosto de padrões simples, mas poderosos, que vão direto à essência, na linha mais direta possível. Assim, desenvolvi um padrão de "Alegria Interior" que é simplesmente um exemplo de como se pode ampliar os estados. Pense nos estados emocionais como sendo campos de energia, um padrão de energia, se quiser. Eu usei a idéia de PNL baseada em campos para desenvolver este padrão.
Na Teoria do Caos existe um conceito chamado ferradura de Smale. Ele visualizou as complexas transformações dos sistemas dinâmicos. Suas bases são simples: um campo emocional é esticado em uma direção, apertado em outra, e depois dobrado, como uma ferradura. Quando esse processo é repetido, produz uma estrutura que é familiar a todos os que já passaram o rolo sobre muitas camadas de massa. Um par de pontas que terminaram juntas começaram muito longe uma da outra. Se pensarmos nas emoções, sentimentos, e estados, como campos de energia, então o conceito da ferradura de Smale também deve ser possível em relação aos estados – e é, sem dúvida.
O padrão é muito simples e produz estados poderosos. Ele envolve muitos dos conceitos clássicos de PNL, como meta-estados, âncoras espaciais, âncoras de toque, níveis lógicos, sintaxe somática, ponte ao futuro e ao passado, submodalidades, bem como a idéia nova de PNL baseada em campos. Para alcançar a "Alegria Interior", começamos com uma experiência de felicidade.
A felicidade é experimentada de muitas maneiras, em circunstâncias as mais diversas. Às vezes, ela resulta de uma atividade (comportamento). Por exemplo, alguém expressa sua satisfação por algo que você fez, e você sente felicidade. Pode, também, ser mais passiva, como por exemplo na jardinagem: tanto por cultivar ativamente as rosas como por apreciar seus belos botões durante todo o verão.
A Alegria é uma experiência de nível mais alto. Você pode sentir alegria devido à sua capacidade de experimentar felicidade. A alegria também tem características cinestésicas diferentes. Geralmente, é um bem-estar ativo sentido no peito. Às vezes, até tem uma cor. Vamos usar as submodalidades cinestésicas e visuais no padrão de "Alegria Interior".
A Alegria Interior acontece quando você se torna a alegria. Você entra ativamente no sentimento de alegria (contém o estado). Este é um alto nível de consciência, em que seus centros de energia (chacras) se alinham e se expandem dramaticamente, e você experimenta uma sensação profunda de Alegria Interior. Essa Alegria Interior pode ser transferida a outros, como ao abençoar com Alegria Interior. Seu campo de energia pessoal carrega-se de "Alegria Interior" e a irradia para o ambiente ao seu redor. Na cura, ou em qualquer interação com outros, você será muito mais eficaz se o fizer a partir de um estado de "Alegria Interior."

Os passos são os seguintes:
Felicidade   Alegria Interior

 

 

Alegria
  1. Faça três marcadores de papel. Escreva neles os nomes "Felicidade", "Alegria", e "Alegria Interior." Coloque-os no chão, em forma de triângulo, à distância de um passo um do outro.
  2. Pense em uma situação em que você sentiu felicidade. Preferivelmente numa ocasião em que você esteve fisicamente ativo. Quando começar a experimentar essa lembrança, dê um passo sobre o cartaz da "Felicidade" e libere a experiência. Ouça os sons... veja as imagens e as pessoas... sinta a felicidade.
  3. Quando estiver pronto, dê entre no cartaz da "Alegria" e comece a experimentar alegria por ser capaz de sentir felicidade. É como se você desse um passo para um nível lógico (um meta-estado). Descreva como você sente a "Alegria". O que você sente em seu corpo? Onde você sente a "Alegria"? (É importante obter uma descrição rica de como a "Alegria" é experimentada.)
  4. Quando estiver pronto, entre no cartaz da "Alegria Interior" e transforme-se nesse sentimento de "Alegria Interior". Permita que sua "Alegria Interior" torne-se cada vez mais forte até encher seu corpo inteiro. Para usufruir este estado, deixe que o centro de sua "Alegria Interior" se estabeleça em seu coração. Toque levemente seu coração quando você sentir a "Alegria Interior" muito, muito forte. Seu estado de "Alegria Interior" agora está ancorado em seu coração, e em qualquer momento em que você tocar o seu coração, o estado de "Alegria Interior" retornará. Agora você pode começar a viver neste mundo a partir de um estado de "Alegria Interior."
  5. Tome esse sentimento de "Alegria Interior" e envie-o para trás no tempo, até o momento em que você nasceu, e deixe seu subconsciente saturar sua vida inteira com este intenso sentimento de "Alegria Interior". Seu subconsciente vai mostrar-lhe o momento em que esse sentimento tiver retornado ao presente. Agora, envie-o para o seu futuro: assim, você vai viver, de agora em diante, com "Alegria Interior".
Eu tenho praticado o padrão de "Alegria Interior" com muitos indivíduos e sempre obtive grande efeito. Poucas pessoas não conseguem distinguir entre felicidade e alegria. Em algumas línguas, como no Chinês e no Alemão, parece não haver distinção clara entre os dois estados, ou seria um erro de tradução. Num determinado caso, a pessoa entrou diretamente na "Alegria Interior" porque usou uma lembrança de pegar um bebê de apenas uma semana. A experiência da "Alegria Interior" surgiu instantaneamente.
Mudanças dramáticas têm acontecido com algumas pessoas, ao atingirem o estado de "Alegria Interior". Geralmente, há grandes sorrisos ou até mesmo gargalhadas. Todos nós temos "Alegria Interior", e este pequeno padrão é uma maneira de conectá-la facilmente. Um homem descreveu a Alegria Interior da seguinte maneira:
"Alegria Interior – é simultaneamente o sentimento de conexão, expansão e estabilidade. Senti como se estivesse serenamente em pé sobre uma rocha que irradiava raios de ouro em todas as direções, enquanto sentia a Alegria Interior espalhar-se através de mim, enchendo-me e expandindo-se infinitamente."
Uma mulher descreveu assim a sua experiência de Alegria Interior:
"Este exercício proporcionou-me a experiência de que a Alegria Interior não é algo borbulhante, espumante, volátil, sem substância – mas sim algo incrivelmente sólido, profundo, estável, firme, inabalável, que detém o mais alto poder de qualquer coisa existente no cosmos. Eu experimentei como a Alegria Interior é a perfeita força contrária à insegurança, medo, ansiedade, incerteza."
Outro participante escreveu:
"A experiência da Alegria Interior foi como sentir um cordão de prata perpassando todo o meu ser, conectando-me com o centro da terra e do céu. Ele passava através de meu coração, que sentiu-se muito sólido e quente e transformou-se numa estrela prateada irradiando luz em todas as direções. Ao retornar no tempo, a estrela de meu coração irradiava luz, de modo que eu também retornei junto, através de um caminho iluminado. As cores se tornaram em tons pastéis de um arco-íris ao longo do caminho."
"Alegria Interior" é apenas um exemplo do padrão do estado de "dobradura". Tenho usado a mesma idéia para eliciar estados poderosos de finalidade, autenticidade, impulso e descoberta. Quando esta poderosa ferramenta for combinada para formar um padrão maior, ela pode gerar grande mudança nas pessoas. Atualmente estou explorando a forma de combinar esses estados poderosos com uma Mandala no ponto focal; a Mandala sendo o arquétipo da plenitude.
Na estação da alegria, este é o meu presente para você. Experimente-o agora e partilhe-o com aqueles que você ama, com seus amigos, assim o mundo ficará cheio de "Alegria Interior".
Viva mais Feliz, com Alegria Interior.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

De quantas sessões de Cura Reconectiva® irei necessitar? Quanto tempo demora para obter-se uma cura?


Uma sessão – ou talvez até parte de uma sessão – pode ser o suficiente. Regra geral recomenda-se que considere a possibilidade de fazer até três sessões. E, ainda que cada sessão seja especial, muitas pessoas afirmam que acontece algo de especial na terceira sessão.
A cura ocorre num instante. O que leva “tempo” é que a pessoa decida aceitá-la. Se receber tudo o que procura na primeira, segunda ou terceira sessão é hora de se soltar e permitir que o processo se desenrole por si mesmo. Se não receber nada ao terminar a terceira sessão, pode ser que a Cura Reconectiva® não seja a maneira mais apropriada para que receba o que está à procura neste momento da sua vida. Soltar-se e permitir que o processo siga o seu percurso pode também aqui ser o mais adequado. As únicas situações em que se consideraria fazer mais sessões são: se surgir uma nova situação, ou se sente melhorias claras, uniformes e reconhecíveis durante as três primeiras visitas e parece-lhe que falta um pouco mais. Então, aí sim, poderia considerar a possibilidade de fazer mais algumas sessões. A partir daqui há que deixar partir, dando tempo para que a cura ocorra.
A Cura Reconectiva® não necessita de visitas a intervalos regulares ou repetições. Uma vez que receba as sessões iniciais passa a possuir a sua própria mudança, a sua cura, a sua evolução. É seu. Ninguém lhe pode tirar isso. Nunca.

Que diferença há entre a Cura Reconectiva® e a Reconexão®?


A diferença encontra-se, sobretudo na intenção. A intenção da Cura Reconectiva® é, na sua essência, a cura: seja ela física, mental, emocional, espiritual ou de qualquer outro nível. E, claro, ao conseguir o grau de cura facilitado graças a Cura Reconectiva® irá experienciar, até certo ponto, uma Reconexão® como parte do processo. É esta Reconexão® que faz com que a Cura Reconectiva® seja tão dramaticamente mais completa que as “técnicas” de cura que tivemos ao nosso dispor até aos nossos dias.
A intenção da Reconexão® é a de nos levar a uma plenitude da nossa conexão inerente com o Universo. Isto se faz ao longo de duas sessões. E, claro, ao conseguir o grau de Reconexão® que este processo oferece, irá experienciar também a cura.
E ainda que os dois não sejam processos completamente separados, para conseguir os maiores benefícios é recomendável que as sessões de Cura Reconectiva® e as sessões de Reconexão® sejam feitas separadamente, deixando um intervalo temporal adequado entre ambas.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

O que posso esperar durante uma sessão de Cura Reconectiva ou A reconexão?


"Experiência de todos com Cura Reconectiva é único. Se você tiver sorte, sua cura virá na forma que você esperava, se você tiver muita sorte, a sua cura virá de uma forma que nem sequer sonhou. " Dr. Eric Pearl

Você permanece totalmente vestido, deitado sobre a mesa de massagem, e as mãos do terapeuta, não tocam o seu corpo. Você só vai relaxar, fechar os olhos e simplesmente observar o que ocorre. A melhor maneira para permitir uma cura é permanecer  em um estado sem nenhuma expectativa específica, sem apego ao resultado.

Curas podem vir de todas as formas e podem provocar uma grande variedade de respostas durante a sessão. Os clientes podem experimentar uma grande variedade de sensações durante uma sessão de Cura, ou, por vezes nenhuma sensação. Mesmo com o mesmo cliente, a experiência da sessão de Cura Reconectiva varia de uma sessão para outra.


Embora cada experiência seja única, aqui está uma lista do que alguns clientes têm experimentado durante ou depois de uma sessão:
  • Energia que se move por todo o corpo.
  • Sensações de formigamento, calor ou frio.
  • Bloqueios emocionais, sendo "liberados".
  • Visões interiores.
  • A liberação de emoções fortes.
  • A sensação de felicidade.
  • Relaxamento profundo.
  • 'Tremores' por todo o corpo, mas sem ser de frio.
  • Um sentimento geral de bem-estar.
  • Alívio da dor e inflamações
  • Dores desaparecem.
  • Enfermidades como a Artrite podem  desaparecer completamente.
  • Os clintes relatam que se sentem menos afetados pelos estresses da vida.
  • Recuperação mais rápida de lesões.
  • Um padrão mais profundo do sono após a cura.
  • Um aumento na energia.
  • Curas especias de enfermidades graves.
Vale a pena experimentar e poder ter as suas próprias sensações. As frequências são palpáveis e muito fáceis de serem percebidas tanto corporalmente quando nas mudanças que podem ocorrer no seu dia a dia. 

entre no site e tenha mais informações a respeito
www.reconexao.com.br


segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Quando voltamos para o Ser, nos curamos.


A pessoa imersa nas freqüências da Cura  Reconectiva está experimentando mais do que um trabalho de cura. Elas estão permeadas com a luz, trocando  informações em um "alto nível" com o universo.
Dr. Eric Pearl


Cura Reconectiva usa a luz e troca de informações da rede de energia da quinta dimensão para renovar o corpo humano, a mente e o espírito. Assim, os efeitos de uma sessão de cura pode ser sentida nos níveis físico, mental, emocional e espiritual. Cura Reconectiva é diferente de Reiki, Johrei, Qi Gong, Cura Prânica, ou qualquer outra técnica que você encontrou.

Reconhecendo que a cura significa reconectar-se à perfeição do Universo, percebemos que o universo sabe do que precisamos para recebê-la.
Dr. Eric Pearl

As frequências de Cura Reconectiva são compostas de luz e inteligência da informação. Eles trabalham em nosso DNA, nas linhas axiatonais e no campo de luz que nos rodeia e se estende para fora de nossas linhas. A freqüência de Cura Reconectiva liga nos maiores freqüências vibratórias que por sua vez atuam em nosso DNA e bio campo. A inteligência das freqüências da Cura Reconectiva "sabe" para onde ir, quais as áreas que devem ser trabalhadas. O papel do Praticante de Cura Reconectiva é agir como um catalisador, trazendo ao cliente as freqüências. Após isso o Praticante de Cura Reconectiva então sai do caminho para que o Universo e as freqüências da Cura Reconectiva possam atuar diretamente no cliente, sem qualquer ego ou interferência do praticante.
A experiência de cada pessoa é única e perfeita. Algumas pessoas relatam uma experiência de relaxamento profundo. Outros relatam alívio da dor ou de outros males físicos. Outros relataram curas de graves problemas. Alguns relatam ver anjos ou guias; visões outras experiências, cores, luzes e sons que nunca tinha conhecido antes. Tendo ou não tendo experiências eventos como estes, as freqüências Cura Reconectiva estarão efetuando o seu propósito.

"Se você tiver sorte, sua cura virá sob a forma que você espera.
"Se você tiver muita sorte, a sua cura virá em uma forma que você não tenha sonhado . Uma forma especifica, que o Universo, tem em mente para você "
Dr. Eric Pearl

Energias altamente palpáveis são canalizadas pelo Praticante de Cura Reconectiva no início de sua sessão, e continuam trabalhando com você por muito tempo após sua consulta terminar. Através de sua participação nestas sessões, você será transformado para sempre, operando e atuando em uma maior freqüência, que nunca tiveram acesso antes.

Voltar em direção a Luz


Você é um ser multidimensional vivendo em um mar de luz.

Os cientistas falam do campo quântico, o místico do mar de luz aludindo ao oceano de energia em que vivemos e que nos move.
 Ambos concordam que cada partícula neste campo, os seres humanos, plantas, animais, estrelas, galáxias, está conectada com todas as outras partículas. Não estamos apenas ligados, além disso, somos multidimensionais.
Nós existimos ao mesmo tempo em um amplo espectro de freqüências mais altas e mais finas e na nossa existência tridimensional. Quando nos reconectarmos e despertarmos para a imensidão de Luz que somos, começamos a estar cientes destas várias dimensões.
A reconexão é sobre ligar o nosso sistema de freqüências de energia (linhas de acupuntura e anatomia sutil, ou seja, incluindo chakras) com o sistema de rede de energia do Universo. Quando nos conectamos com a rede de energia do Universo, nós recebemos um influxo de luz e de informação que transforma completamente o nosso corpo-mente-espírito.


A Reconexão atualiza o seu sistema de forma exponencial.

Imagine sua grade de energia como um "sistema operacional" de um computador. A Reconexão e Cura Reconectiva basicamente atualizam seu sistema de forma exponencial! Circuitos novos são abertos. Novas conexões são feitas. O DNA adormecido é despertado. Enormes quantidades de informações antes não acessadas, "novas" são derramadas dentro das suas linhas de energia e se conectam com o que JJ Hurtak chama de linhas axiatonais, circuitos das redes de freqüências mais altas, que abrem o fluxo para essas dimensões superiores. Nesse momento você estará em condições de receber a luz e as informações que seu sistema não foi capaz de receber ou processar antes.

É a sua reconexão com o universo em um novo nível.

É impossível descrever o despertar, o saber e as percepções!  O que ocorre são Conexões ou saltos quânticos no conhecimento quando você recebe a Reconexão. Na verdade, A Reconexão é sobre como restaurar a sua plenitude. É sobre a liberação ou remoção dos bloqueios ou interferências que os mantiveram separados de sua perfeição intrínseca. É sobre a reestruturação de seu DNA e sua Reconexão com o Universo em um novo nível.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Nano-robô, a grande virada para a saúde

 

Como construir um nano-robô DNA 

Pesquisadores revelaram hoje um nano-robô de DNA que pode rastrear as células de leucemia e matá-las, desencadeando uma carga terapêutica que faz com que as células cancerosas  se autodestruam. Incrivelmente, este assassino molecular pode realizar essa tarefa, deixando as células saudáveis ​​ilesas.Os principais pesquisadores no campo da nanotecnologia estão chamando os bots clam-like (que são montados a partir dos mesmos componentes que compõem o seu código genético) um marco importante no campo das drogas inteligentes. Este nível de louvor foi suado, e um tempo para chegar, é tomado no campo da nanotecnologia DNA trinta anos para chegar onde está hoje. Descubra como os cientistas chegaram aqui, e como a nanotecnologia de DNA - uma vez considerada por muitos como um sonho - agora está prestes a mudar o futuro da medicina e da tecnologia para sempre.O que é nanotecnologia DNA?Nanotecnologias são materiais, estruturas ou dispositivos intencionalmente concebidos por cientistas a funcionar numa escala de menos de 100 nanómetros. Como um ponto de referência, uma molécula de água é de cerca de 1 nanómetro transversalmente, enquanto que um único fio de cabelo tem um diâmetro de cerca de 100.000 nanómetros. Pesquisadores usam uma variedade de moléculas para criar nanotecnologias (nanotubos de carbono, por exemplo, são populares em nanotecnologia), mas nanotecnólogos DNA trabalhar com - você adivinhou - DNA.Como construir um DNA NanorobotWhy DNA? Comparado com um monte de outros materiais de construção microscópicos, os componentes que compõem o DNA (e da forma como eles interagem uns com os outros) são muito bem compreendidos. Cada cadeia de ADN é constituída por uma série de apenas quatro componentes básicos, nomeadamente: adenina, timina, guanina, citosina e (abreviado A, T, G e C). Coletivamente, esses blocos de construção são chamados nucleotídeos. Traga duas fitas de DNA juntos, com nucleotídeos que se complementam um ao outro de maneira correta (A com T, G com C), e eles vão fazer par - ou "hibridizar" - um com o outro.Você é tudo familiarizado com a dupla hélice mostrado acima, é a conformação mais comumente sabido que duas fitas de DNA pode demorar. Mas filamentos de DNA pode assumir outras formas, como bem. Por exemplo, durante um processo conhecido como recombinação genética, um total de quatro fios podem juntar-se numa configuração transiente conhecida como uma junção de Holliday.Tamanho totalUm olhar para a junção de Holliday - visto aqui - e você pode começar a entender como o DNA pode ser usado para construir estruturas mais complexas do que a dupla hélice que todos nós conhecemos e amamos. A coisa mais natural conformações de DNA como a junção de Holliday, no entanto, é que eles são instáveis ​​- os fios só ficam posicionados em que a conformação particular, por um tempo curto e, portanto, fazer para materiais de construção muito triste em projetos de nano-escala de construção.Mas os cientistas são inteligentes. Lembre-se do filme Gattaca? O nome era um arranjo criativo das letras correspondentes às quatro componentes nucleotídeos, e muito na maneira que o diretor Andrew Niccol organizou as letras A, T, G e C para soletrar o título de seu filme, os cientistas podem juntar-se estes indivíduos blocos de construção em conjunto para criar vertentes que soletram para fora o que quiserem. Ao reunir custom-made seqüências de nucleotídeos, os cientistas podem, portanto, criar moléculas de DNA artificiais capazes de reunir em arranjos que - como a junção de Holliday - têm vários "ramos" de DNA, mas são muito, muito mais estável.Como construir um nano-robô DNAO que você pode construir com este material?Esta figura ilustra a (e também um dos mais básicos), primeiro exemplos de nanoarquitetura DNA - o que Nadrian Seeman, o cientista que primeiro concebeu a nanotecnologia de DNA no início dos anos oitenta, chama de "a noção fundamental" por trás de todo o campo. À esquerda é um quatro-braço molécula de DNA ramificado, com caudas de nucleotídeos (rotulados X, X ', Y e Y') que podem formar ligações estruturalmente sólidas com as caudas de outros, idênticas moléculas de DNA de quatro braços para dar origem a o quadrilátero à direita."No exemplo mostrado," explica Seeman, "apenas o interior [cadeia de DNA termina] são utilizados na formação do quadrilátero. Por conseguinte, a estrutura pode ser estendida para formar um látice infinito."Era 1982 quando Seeman demonstrou pela primeira vez que cruzamentos e sebes pode ser trabalhada de DNA, mas essas estruturas eram apenas o primeiro de uma lista crescente de construções cada vez mais complexas (e cada vez mais capaz) de DNA. Não foi longa, por exemplo, antes de os investigadores conseguiu criar fios de nucleótidos que pode montar em formas mais complexas - um cubo, por exemplo, ou um tetraedro. Na virada do século, os pesquisadores haviam projetado uma máquina real em forma de "pinças moleculares" - um sistema dinâmico de múltiplos filamentos de DNA capazes de abrir e fechar em torno de outros objetos em escala nano.Como construir um métodos de DNA NanorobotNovel de DNA montagem também foram desenvolvidas e aperfeiçoadas, sobretudo uma técnica chamada "DNA origami", onde uma longa fita de DNA é dobrado sobre si próprio e mantidos juntos por menores "grampo" cadeias de nucleotídeos. Em 2006, a DNA Origami método foi implementado com grande efeito quando os pesquisadores usaram a técnica para criar uma variedade de complexos 2-D construções, incluindo um rosto sorridente, e um mapa do hemisfério ocidental.Tamanho totalA Próxima Revolução IndustrialA estrutura 3-D primeiro a ser montado através do método de origami foi criado em 2009. Uma equipe de pesquisadores do Centro de Nanotecnologia de DNA na Dinamarca usaram a técnica para criar uma caixa de DNA auto-montagem, projetada para transportar em torno de (então teórico) terapêutica de carga (a caixa, mostrado aqui, ainda tem uma tampa que pode ser aberto com teclas de DNA especialmente concebidos); em 2010, os pesquisadores operado com sucesso a primeira linha de montagem composta inteiramente de DNA nanobots programáveis, e menos de um ano atrás, os pesquisadores previam a iminente chegada de sofisticados, nano-escala de entrega de drogas veículos capazes de atingir células doentes - que é precisamente o tipo de nanorrobô vemos descrito na edição de hoje da revista Science.Jessica New Scientist Hamzelou resume as conclusões do papel:

    
[Uma equipe de pesquisa liderada pelo pesquisador de Harvard Shawn Douglas] projetou o dispositivo com software de modelagem de DNA que compreende como pares de bases do DNA unem, bem como a estrutura helicoidal que os resultados. Quando eles entram em uma forma de sua escolha para o programa, ele retorna uma lista de cadeias de DNA que podem ser misturados entre si para criar o formato desejado.

    
A forma que Douglas e seus colegas tinham em mente era molusco, sendo assim, que o nanorrobô poderia manter uma dose da droga no seu interior até que era hora de entregá-lo. [A estrutura molecular do nanorrobô da equipe é mostrado aqui]

    
Para testar o seu potencial terapêutico, a equipa de Douglas criado um nanorrobô com fechaduras que unzipped em resposta a moléculas expressas na superfície de células de leucemia. A equipe então carregado com uma única molécula conhecida para matar as células, interferindo com o seu ciclo de crescimento. Finalmente, lançaram milhões de cópias em uma mistura de saudáveis ​​e cancerosos células sanguíneas humanas.

    
Três dias depois, cerca de metade das células de leucemia tinham sido destruídas, mas não as células saudáveis ​​tinham sido prejudicados."O grupo de prova de princípio de que o origami de DNA tem a capacidade de criar drogas altamente inteligentes que ativam apenas em encontrar células doentes", explica Jørgen Kjems - que liderou a equipe da Dinamarca que criou o primeiro 3-D origami de DNA de volta em 2009, mas não estava envolvido na pesquisa. "Isso vai inevitavelmente diminuir os efeitos tóxicos e colaterais das drogas desenvolvidas dentro do dispositivo."Paul Rothemund Caltech, que usou DNA origami para criar o rosto sorridente de que falamos anteriormente, ecoou os sentimentos dos Kjems:"Drogas inteligentes que podem ser requintadamente direcionados para tipos específicos de células são um dos principais objetivos da pesquisa biomédica", explicou. "A capacidade de [jogo] ligação da concha para o tipo de célula alvo e usar isto como um gatilho para entrega é um grande passo para além das drogas inteligentes de hoje."A próxima grande revolução industrial já começou, e ele está jogando para fora em nível microscópico. Nos últimos trinta anos, a nanotecnologia DNA cresceu de pouco mais de um castelo conceitual no céu para um meio viável e promissora de computação e arquitetura molecular, e hoje, está pavimentando o caminho para avanços monumentais em ciência, medicina e indústria.Da mesma forma que nas últimas décadas têm sido marcados por uma evolução na eletrônica, as décadas ainda por vir será definida por uma evolução na escala nano máquinas biológicas.Os resultados de Douglas e sua equipe são publicados na edição de hoje da revista Science.

Como obter crescimento interior



Retirado do Documentário 
"A Resposta para Absolutamente Tudo"

Pare um pouco e assista, é 
um aprendizado maravilhoso.
 

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Declarações do fisico Michio Kakuco-criador da Teoria das Cordas.

Físico prevê o fim dos computadores



Michio Kaku, em palestra na Campus Party 2012
Michio Kaku, em palestra na Campus Party 2012
MAIS:_Discos voadores ganham espaço na Campus Party
O físico teórico Michio Kaku, professor da Universidade de Nova York e co-criador da "Teoria das Cordas", afirmou que o computador como o conhecemos hoje terá desaparecido em 2020. “No futuro, eles estarão em todos os lugares e em lugar nenhum”, disse o cientista durante palestra realizada na Campus Party em 11 de fevereiro.
Na ocasião, Kaku fez um exercício de futurologia mostrando como será o mundo nos próximos 30 anos. Segundo ele, tanto os computadores como a internet serão como a eletricidade é hoje. “Ambos estarão presentes nos tetos, no subsolo, nas paredes e nos aparelhos”, afirmou.
O professor da Universidade de Nova York foi além e disse que a internet estará nos óculos e nas lentes de contato das pessoas. “Você será capaz de ver todas as informações biográficas de um individuo só olhando para ele. Encontrar sua alma gêmea será tarefa fácil”, brincou.
Outra revolução que está a caminho é na área da medicina. Kaku afirmou que, em um futuro próximo, a tecnologia levará o homem a um estado perfeito de saúde. Segundo ele, o câncer irá desaparecer. "Escrevam isso: a palavra tumor não mais existirá na nossa língua".
Na visão do físico, as pílulas terão chips e microcâmeras que escanearão o corpo humano por dentro. Uma vez localizada a ameaça, nano-robôs serão introduzidos para combater o câncer célula por célula sem a necessidade de cirurgias ou intervenção direta dos médicos.
Kaku também acrescentou que o câncer e outras doenças serão diagnosticadas com anos de antecedência graças a vasos sanitários que monitoram a saúde. “Os banheiros serão equipados com inteligência artificial capaz de analisar os resíduos corporais e identificar o surgimento de uma doença com muita antecedência. Neste futuro, Steve Jobs não teria morrido”, enfatizou.

Canalizações do Kryon em audio


 As canalizações em áudio do Kryon.

É mais fácil escutando.

Feche os olhos e aproveite o que esta sendo dito.

Veja no link  abaixo.

Se você não conhece, se dê essa chance.


Abraços